top of page
  • Foto do escritorRevista Spia

Destaque junho 2021: Tatuagem

Atualizado: 11 de jul. de 2021

Para junho, mês em que comemoramos o Orgulho LGBTQIA+, o filme de destaque é um clássico pernambucano que celebra a liberdade dos corpos e os amores revolucionários.

Tatuagem se passa no Brasil de 1978, onde um grupo de artistas provoca a moral e os bons costumes pregados pela ditadura civil-militar, que já demonstrava sinais de esgotamento (pela abertura política lenta e gradual) mas ainda era atuante. Clécio Wanderley (Irandhir Santos) é o ator, diretor, produtor, pai, que lidera a trupe Chão de Estrelas, que na casa de espetáculos Vivencial Diversiones, juntos a público, outros artistas e intelectuais, debochavam, anarquizavam e subvertiam os costumes morais da sociedade oficial.

Mas é com o amor que Hilton Lacerda (diretor e roteirista) nos provoca. É quando Clécio conhece Fininha (Jesuíta Barbosa), um soldado. As complexidades e tensões geradas pelo encontro de mundos opostos, o militar rígido e o artístico livre, é o que “cria uma marca que nos lança no futuro, como uma tatuagem.”


Veja outras publicações do site sobre o filme:


30 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page