top of page
  • Foto do escritorRevista Spia

Nova revista digital propõe a valorização da fotografia no cinema brasileiro

Revista tem a proposta de valorizar a memória cinematográfica brasileira em meio a um cenário cada vez mais fragmentado.


No dia 15 de outubro, mês de aniversário da Cinemateca Brasileira, os fotógrafos Azul Serra ("Aos Teus Olhos"), Pedro Sotero ("Bacurau") e Rafael Nobre ("Mataram Meu Irmão") lançaram a revista online e gratuita Iris (iriscine.com). A revista online é a primeira dedicada à fotografia no cinema brasileiro e tem o objetivo de valorizar a memória cinematográfica brasileira em meio a um cenário cada vez mais fragmentado.


Cada edição da revista é trimestral e apresenta seis relatos de diretoras e diretores de fotografia atuantes em longas-metragens de ficção, séries, curtas-metragens, documentários, comerciais e videoclipes, além de matérias especiais e conteúdos-extra

veiculados nas redes sociais e em um podcast. Com aprofundamento técnico e tom pessoal, todo o material produzido reúne experiências de nomes como Adrian Teijido ("Marighella"), Pedro J. Márquez ("A Última Floresta") e Wilssa Esser ("Hit Parade"). Em cada edição são depoimentos de fotógrafas e fotógrafos que descrevem seus processos criativos e métodos de trabalho nos sets de filmagem dividindo experiências.


Iris é voltada para todos os públicos, desde curiosos a profissionais e estudantes do setor audiovisual, e um projeto editorial dedicado à reflexão sobre a criação cinematográfica. Além de valorizar nos filmes que se destacam pela fotografia, a revista também tem um

papel de registro histórico, de estudo e de compartilhamento de conhecimentos, experimentos e vivências. Os textos são acompanhados por frames, fotos de still, making of, infográficos, mapas de luz, vídeos, material bruto e outros recursos visuais interativos.


Para acessar a Iris basta clicar no link e desvendar o mundo do cinema brasileiro!

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page